Canal da Saúde
   
 
 
 
 
Not?cia - Óleos Essenciais: como eles podem melhorar o seu bem-estar? CONQUISTE SUA VIDA
Óleos Essenciais: como eles podem melhorar o seu bem-estar?

Benefícios terapêuticos, fragrâncias e limpeza doméstica! Os óleos essenciais são substâncias lipossolúveis extraídas diversas partes de plantas que possuem, sobretudo, essas três principais funções. No Egito Antigo, o seu principal uso referia-se à higienização e purificação do ambiente.

Por exemplo, sabe aqueles aromatizadores de lavanda que você encontra em determinadas sessões do mercado? Então, este é um belo exemplo de óleo essencial!

No entanto, existem diversos outros benefícios atribuídos a essa substância. Quer saber mais sobre eles? Dá uma olhada!

Qual é a diferença entre óleos essenciais e óleos vegetais?

Pertencentes ao grupo de ácidos graxos, os dois tipos de óleos possuem propriedades básicas semelhantes (ambos são extraídos de vegetais), mas com composições e usos totalmente diferentes.

Em outras palavras, enquanto os óleos vegetais são amplamente utilizados na culinária (como o óleo de soja, de milho, de girassol e por aí vai) e, de fato, fazem parte de uma alimentação diária saudável (como os três tipos ômegas), os óleos essenciais são caracterizados pelo seu aroma acentuado e jamais devem ser aplicados na gastronomia - exceto em certas misturas de chás.

Outra diferença é quanto às suas cadeias moleculares. A grande maioria dos óleos vegetais possui cadeias mais longas e "pesadas" e o líquido caracteriza-se por ser mais viscoso. Já os óleos essenciais são compostos por cadeias menores e mais "leves", apresentando propriedades mais voláteis e sendo muito menos espessos. Além disso, normalmente os óleos essenciais são extraídos de caule, folhas, flores e raízes dos vegetais, enquanto os óleos vegetais provêm dos frutos e das sementes.

Aromaterapia é um dos principais termos associado aos óleos essenciais

Afrodisíacos, analgésicos, antidepressivos, respiratórios... Existem várias funções e propriedades terapêuticas ligadas a um dos ramos que usa os óleos essenciais, conhecido como aromaterapia. Essas essências extraídas de plantas e flores, por serem extremamente concentradas, muitas vezes são utilizados em compressa ou com doses extremamente específicas.

Alguns estudos defendem que os óleos essenciais são um tipo de medicina alternativa, e cada um deles possui uma função benéfica para o corpo humano - seja física ou emocional - e, por isso, é muito comum vê-los em casas de massagens, spas e afins. Os seus usos envolvem terapias holísticas, massagens corporais, banhos e até práticas de cura (em certos rituais religiosos), podendo ser utilizados por inalação (maneira mais rápida e comum), aplicação tópica e ingestão.

Óleos essenciais podem ser utilizados na limpeza da casa

Além de deixarem o ambiente superperfumado, essa substância pode ser usada para desinfetar superfícies (por terem propriedades antibacterianas naturais, como o óleo de lavanda, por exemplo), desengordurar a cozinha (com o óleo essencial de limão), remover o mofo de azulejos do banheiro (com o óleo de melaleuca) e até limpar escovas de cabelo (com o óleo de eucalipto).

De maneira geral, eles são misturados com quantidades específicas de vinagre branco ou bicarbonato de sódio (dependendo do tipo de óleo que for utilizado) e borrifados nas áreas em que se deseja realizar a limpeza. São métodos simples, eficazes, e, claro, superaromáticos.